Glutamina Para Hipertrofia Muscular e Ganhar Massa

A Glutamina é um aminoácido não essencial que já existe no corpo humano e é o mais abundante. Pode ser encontrado em diversos lugares, e principalmente nas proteínas animais.

Além de ter um papel super importante no organismo, ajuda no transporte do nitrogênio e amônia na corrente sanguínea, retardando a fadiga facilitando a hipertrofia muscular. 

Funções da Glutamina:

Possui a função de auxiliar na formação de outros aminoácidos, fazendo a síntese de proteínas. Como ocorre a queda de aminoácidos durante um treino pesado, pode ser difícil para ocorrer a recuperação muscular, podendo até vir a acontecer o catabolismo! A Glutamina consegue evitar que isso aconteça, protegendo o músculo com a sua composição.

Também é utilizada como fonte de energia, aumenta os anticorpos que defendem o organismo e fortalece. Como durante um treino intenso o cortisol é aumentado, é necessário o uso de Glutamina para que o sistema imunológico não fique danificado.

A Glutamina junto a uma proteína de rápida absorção consegue acumular o acúmulo de glicogênio, já que durante o treino fica baixo provocando fadiga e dor. Utilizando os dois em conjunto, o nível fica o suficiente para não aumentar a insulina, e ajuda a obter massa magra.

Ajuda a reduzir o risco de lesão muscular, já que após o treino intenso, gera-se dor muscular e fadiga. A musculatura apesar de tentar se regenera não consegue, afinal, não possui aminoácidos suficientes e acaba causando mais dor ainda. Usando a Glutamina, os aminoácidos são encontrados e ajuda na recuperação, diminuindo as dores, reabastecendo e diminuindo as lesões.

Tipos de Glutamina:

Existem dois tipos de glutamina.

A L-Glutamina serve, principalmente, para quem deseja evitar a perda de massa muscular. Trabalha principalmente no intestino pois favorece a absorção de nutrientes e é muito utilizada entre os atletas de treino intenso

Já a Glutamina Peptídeo é direcionada a quem quer GANHAR massa muscular. Não trabalha no intestino, mas sim nas células musculares, aumentando a influência no músculo.

Como consumir Glutamina para ganhar massa muscular:

A melhor maneira é consumir em conjunto com carboidratos, facilitando a entrada de proteína nas células, fazendo com que o corpo absorvesse de maneira melhor. Para atletas, a melhor forma de consumir é em pó, antes do treino e antes de dormir.

A maioria dos nutricionistas indicam o uso de no mínimo 5 gramas diariamente, mas o consumo varia individualmente. As pessoas que treinam, necessariamente precisam de maior quantidade, até 20g. A melhor opção é passar por um nutricionista ou médico para indicar a porção correta.

Exemplos de uso para atletas:

Pela manhã, pode-se ingerir 5 gramas em jejum.

Antes do treino, 4 a 6 gramas são o suficiente, sendo 30 minutos antes de começar a treinar.

Após o treino é preferível que consuma 5g contribuindo com a recuperação muscular, logo após o treino.

Na última refeição do dia, consuma 5g para que os músculos fiquem em estado anabólico.

Efeitos Colaterais da Glutamina:

Apesar de algumas pessoas alegarem dores de barriga, gases e outros problemas gastrointestinais ao usar a dose maior que a recomendada, a glutamina não causa nenhum efeito colateral. Caso sinta algo fora do normal, consulte o seu médico ou diminua a dose diária.

Glutamina Pode engordar ou emagrecer:

A Glutamina, por se tratar de aminoácido não possui carboidratos, e possui pouca ou nenhuma caloria, por isso não tem motivo para engordar. Assim como não acumula gordura.

No caso do emagrecimento, foi constatado que de fato ajuda na perda de peso, quando consumido diariamente.