A vitamina D desempenha um papel fundamental de cálcio, no metabolismo ósseo, no sistema imunitário e no metabolismo energético, estando os seus níveis relacionados com a performance física.

Como obter

As fontes de vitamina D são peixes gordos, óleos de peixe, gema de ovo, entre outros, e logo percebemos que são muito escassas e dificilmente se consegue obter a dose diária recomendada. É necessário então, a suplementação para garantir que se atingem os níveis adequados.

Benefícios

Tem papel no funcionamento neuromuscular:

Regula o funcionamento e na síntese protéica. As pessoas que não possuem tanta Vitamina D costumam ter menos força e maior facilidade para perder massa muscular.

Ajuda no sistema imunológico:

Afeta uns aspectos imunológicos, pois em caso de escassez, pode favorecer certas doenças.

O sistema imunológico quando prejudicados pode influenciar a regulação de insulina, te deixando até mais cansado, influenciando o seu treino.

Escassez pode facilitar o acúmulo de gordura:

Pessoas deficientes em Vitamina D tem maior chance de acumular gordura dentro do músculo, afetando a força e explosão.

Aumenta a testosterona:

É muito importante para testosterona, sendo importante para quem busca a hipertrofia muscular. Os níveis de Vitamina D e testosterona estão relacionados.

Melhora a composição corporal:

É a proporção que um indivíduo tem de gordura para massa muscular. Quanto melhor a composição corporal, menor a gordura e mais massa muscular pode ter.

Suplementar com Vitamina D na dieta hipocalórica acelera a queima de gordura e retem mais massa muscular.

Como tomar

 É recomendado que você faça um exame de sangue antes para ter certeza.

A recomendação aos indivíduos com peso superior a 50 quilos é ingerir entre 5.000 e 10.000 unidades da vitamina D. O mesmo tem coerência às grávidas e lactantes.

Na situação de crianças, a indicação é consumir até 1000 unidades da vitamina D para cada 5 quilos em relação ao peso. Assim, como exemplo, a criança pesando 30 quilos, pode consumir até 6000 unidades desta vitamina.

Consequências da deficiência de Vitamina D

- Câncer de Mama;

- Câncer de Cólon (intestino);

- Câncer de Ovário;

- Câncer de Próstata;

- Diabetes;

- Depressão;

- Doença Cardíaca;

- Doença Afetiva Sazonal;

- Esclerose Múltipla;

- Hipertensão;

- Perda dos Dentes;

- Psoríase;

- Raquitismo;

- Osteomalácia;

- Osteoporose;

- Tuberculose.